| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • You already know Dokkio is an AI-powered assistant to organize & manage your digital files & messages. Very soon, Dokkio will support Outlook as well as One Drive. Check it out today!

View
 

UNIDADE 2

Page history last edited by nara.souza.oliveira@... 15 years ago

VOLTAR PARA FAZENDO A DIFERENÇA-NARA SOUZA

 

 

 

 

UNIDADE 2 POR NARA SOUZA DE OLIVEIRA

 

 

 

Trabalho na Escola Estadual de Ensino Fundamental Irmã Cléssia. Escola pública, localizada bem no centro da cidade de Gravataí, possui em torno de 400 crianças distribuídas em dois turnos (manhã e tarde) e atende da pré-escola  a 4ª série (E.F.8).

 

Esta escola possui biblioteca que possuiuma quantidade razoável de livro e periódicos, possui tv e dvd e até mesmo um computador com internet, porém não há uso por falta de recursos humanos, pois a  bibliotecária que atende  se reveza em otras tarefas.

 

Até abril deste ano contávamos com orientadora educacional somente en 20 horas.

Contamos com parceria importante de um psicólogo voluntário e um graduando de Ed Física,  e também com Sesc num projeto de anos: Sorrindo para o futuro, que tem como objetivo a prevenção de doenças da boca.

 

Alguns anos o perfil de clientela desta escola tem se modificado e a razão é o baixo índice de natalidade na comunidade próxima da escola, comunidade esta um pouco mais privilegiada em termos de recursos financeiros, e mais estruturada em questões familiares.

 

Com  este fato, eis que surgem alunos vindos da perferia, trazendo consigo toda sorte de dificuldade, então são alunos com baixo índice de aprendizagem, pois são acordados durante a noite com tiroteio, ou que devem cuidar de seus irmãos menores, ou que estão na casa de passagem do município, pois o pai é traficante e a mãe é alcoolatra, resumindo sérias situações de vida. Aqui reforço que  o grau de dificuldade enfrentada por muitos alunos da periferia,  em seu ambiente é UM dos FATORES que interferem numa boa aprendizagem sim.

 

Outra situação relevante no caso das dificuldades de aprendizagem  é a alta rotatividade de transferências de alunos entre as diferentes redes de ensino. As três redes: particular, municipal e estadual veem a questão alfabetização sob ópticas diferentes no que diz respeito idade.

 

Sendo assim, a Escola Irmã Cléssia...

 

Não tem nenhum aluno portador de necessidades especiais físicas, mas o que percebo são crianças que necessitariam de apoio psicológico, juntamente com suas famílias, ou o que sobrou delas.

 

Fiquei uns bons minutos pensando nestas palavras:..."necessidades educativas especiais"...

O que vem a ser isto? Seriam aquelas que necessitariam de um professor que falassem em liguagem de sinais?  Ou aquelas que necessitam de uma política pública capaz de ver na educação a alternativa ideal para diminuir a exclusão? Ou aquelas que necessitam de psicólogo, alguns de psiquiatra, outros de fono, outros de neuro, outros e outros... então eu penso que todos de alguma forma têm necessidade educativas especiais, pois todos somos especiais, e privilegiar uns em detrimento de outros não é uma forma de exclusão?

 

 

 

 

 

Comments (3)

Daniela said

at 3:43 pm on May 7, 2009

Boa tarde Nara,
Você fez um texto interessante sobre a rede e a escola em que atuas, talvez possa aprofundar um pouco mais as informações a respeito da rede de seu município, os serviços de atendimento dispoibilizados por ela, etc. Não há necessidade de reproduzir a tarefa em teu dossiê. Podes apagar o primeiro parágrafo todo e entrar diretamente com o parágrafo em que escreves sobre a escola em que você trabalha. Também podes desrever um puco mais sua escola, os ambientes, os recursos que ela dispõem. Sua reflexão sobre a existência de alunos sem deficiência mas com dificuldades de aprendizagem é importante. Você pode escolher como sujeito de seu estudo de caso, por exmeplo, um aluno com problemas de aprendizagem. Acho importante justificar sua afirmação sobre o baixo índice de aprendizagem dos alunos da escola que vivem na periferia. O que pode estar implícito neste discurso? Uma outra questão, por quevocê diz que atende a uma quarta série e não ensina?
Abçs,
Daniela
* Sugestão: tirar o negrito da letra para facilitar a leitura.

nara.souza.oliveira@... said

at 1:11 am on May 13, 2009

Professora:
*Confesso que não tinha grande conhecimento sobre os serviços disponibizado pelo município, parece-me que a falta de integração entre docentes estaduais e municipais distancia-nos de tal forma que parece que vivemos em mundos diferentes.Farei as aprofundações em breve.

*Quanto a reprodução da tarefa, faço para que eu possa visualizar melhor, mas já deletei, como deves ter observado.

*Fiz as alterações sugeridas.

*Quanto a escolha de caso, preferi pegar outro caso pois já havia combinado com minha colega, mas sem dúvida seria, talvez mais interessante ficar com os alunos da escola em que trabalho.

* A justificativa feita, não considero um discurso já que há um estudo na escola a respeito e mais, há soluções para alunos com problemas de aprendizagem com propostas exitosas, a prova está na evolução do indice da nossa Escola no IDEB/2007, estando ela entre as melhores na média das escolas públicas do Brasil, estado e município.

*Não entendi sua última colocação.

Abraços e agradeço.































.

Daniela said

at 11:32 am on Jun 20, 2009

Cara Nara,
Como combinado através de e-mail enviado pela lista de discussão não há necessidade de responder as postagens aqui no wiki. Basta indicar por e-mail que foram feitas alterações que retornamos ao seu dossie. Em relação a última questão que fiz para você sobre o atendimento a uma quarta série e não ensinar é simples: o que eu gostaria de saber é se você é professora da turma, porque entendo que o professor não atende aos alunos e sim ensina.
Abçs,
Daniela

You don't have permission to comment on this page.